Pesquisar

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Rebecca [ou A Sucessora] - nos cinemas, nos palcos, nos livros!

Os estúdios DreamWorks e Working Title Films devem rodar uma nova versão de Rebecca - A Mulher Inesquecível (1940), o clássico de Alfred Hitchcock que marcou sua estreia na indústria americana, informou nesta quinta-feira a edição digital da revista Variety.
O suspense, ganhador do Oscar de melhor filme e protagonizado por Laurence Olivier e Joan Fontaine, contará na nova versão com roteiro do britânico Steven Knight (Senhores do crime e Coisas belas e sujas).
Knight tomará como base o livro homônimo no qual o filme de Hitchcock se baseou, em roteiro adaptado da obra de Daphne du Maurier. Rebecca também levou o Oscar de melhor fotografia em preto e branco e recebeu outras nove indicações, entre elas as de ator (Laurence Olivier) e atriz (Joan Fontaine).
A história versa sobre uma jovem ingênua que se casa com um viúvo milionário, com quem começa a viver em sua gigantesca mansão. No local, ela descobre que a lembrança da primeira esposa exerce uma poderosa influência sobre seu marido e os serventes da residência.
Fonte: G1.


O filme é um clássico indiscutível com duas grandes estrelas de Hollywood, Joan Fontaine e Laurence Olivier destacando a excelente interpretação de Judith Anderson, como a assustadora empregada chefe. Uma obra-prima com ótimas atuações e, principalmente, história intocável. Porém até hoje pairam suspeitas de plágio da trama de Rebecca, "escrita" por Daphne du Maurierem em 1938. Grande parte da "sua" obra foi adaptada para o cinema, principalmente pelo mestre do suspense Alfred Hitchcock, que filmou Jamaica Inn, The Birds e Rebecca, pelo qual ganhou um Oscar de melhor argumento adaptado.
A história guarda muitas semelhanças (até demais) com um romance brasileiro publicado quatro anos antes: A Sucessora, de Carolina Nabuco, livro que só ganhou notoriedade por ocasião de uma adaptação em forma de telenovela exibida pela Rede Globo em 1978. Há investigações sérias dando conta que, de fato, Daphne leu A Sucessora antes de escrever Rebecca. Mais um motivo para ser considerado um clássico então é o fato da história ser de uma brasileira e não dessa inglesa sem criatividade!



Rebecca também se tornou um musical, como toda boa história, e quase foi parar na Broadway mas por enquanto está parado por conta do alto custo da produção, estava planejado para estrear agora. É um musical alemão baseado na novela de Daphne du Maurier. Escrito por Michael Kunze (livro e letras) e  Sylvester Levay (música), os autores de Elisabeth, Mozart! e Marie Antoinette. 
O  musical começou seus trabalhos em  28 de setembro de 2006  no Raimund Theater em Viena, Áustria, permanecendo por três anos. Depois a produção foi montada na Finlândia, Japão (2008) e Londres (2009). Os créditos da brasileira nunca foram reconhecidos!