Pesquisar

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Jesus Christ Superstar








Jesus Christ Superstar é um musical de rock de Andrew Lloyd Webber, com texto de Tim Rice. Apresentado em 1970, destaca as lutas políticas e pessoais de Judas Iscariotes e Jesus. A ação ocorre, na maior parte, conforme os evangelhos da Bíblia sobre a última semana da vida de Jesus, começando com a chegada em Jerusalém e terminando com a Crucificação. Atitude moderna e gírias prevalecem nas letras e há alusões irônicas à vida moderna enquanto a visão política dos acontecimentos é retratada. As produções cinematográficas e teatrais apresentam muitos anacronismos, na visão dos sectários, isto é, daqueles que querem separar política de religião.
Grande parte do enredo é focado na personagem de Judas, que é retratado como uma figura trágica, realista e conflitada que não está satisfeita com a aparente falta de planejamento político e afirmações de divindade de Jesus.
O musical ganhou um filme dirigido por  Norman Jewison em 1973, porém o filme não faz jus a grande e belíssima obra que é esta ópera.




Jesus Cristo Superstar é o nome do musical na versão brasileira e na portuguesa. A versão brasileira tem tradução de Vinicius de Moraes e das montagens dos anos de 1970 se destacaram dois atores no papel de Jesus: Antonio Fagundes e Eduardo Conde. A versão portuguesa foi traduzida por Filipe La Féria e António Leal.
Na versão brasileira, João Carlos Pegoraro, na época pianista e ensaísta (trabalhando como maestro/arranjador), foi quem acompanhou a peça, que já havia participado da peça Hair. Ayrton Salvanini foi o responsável pelo lançamento publicitário da peça.

Fonte: Wikipédia com adaptações.





Versão brasileira:








Filme de 1973 de  Norman Jewison.