Pesquisar

sábado, 11 de maio de 2013

7 filmes para comemorar o Dia das Mães se divertindo, cantando, rimando e, é claro, chorando.

1. Flores de Aço (Steel Magnolias), 1989


Shelby Eatenton (Julia Roberts) está prestes a se casar com um rico advogado. Para se preparar para o casamento ela vai com sua mãe, M'Lynn (Sally Field), até o salão de cabaleireiro de Truvy Jones (Dolly Parton). Sabendo que por causa da festa terá serviço extra, Truvy contratou de imediato Annelle Dupuy (Daryl Hannah), para que ambas possam dar conta do trabalho. O fato de ser diabética faz com que Shelby saiba de antemão que ter um filho é também um grande risco para sua saúde. Portanto, quando meses mais tarde ela anuncia que está grávida, M'Lynn passa a ter que o corpo da filha não aguente a gestação. Apesar do risco, Shelby decide seguir adiante com a gravidez.


2. Gypsy - Em Buca de um Sonho, 1962


Primeiro um sucesso literário, o livro "Gypsy, A Memoir", autobiografia de Gypsy Rose Lee, conquistou também os palcos como musical da Broadway e chegou à telas de cinema para contar a história da dançarina Gypsy Rose Lee e seus conflitos com a enérgica mãe, Mama Rose. O musical tem músicas de Jule Styne, letras de Stephen Sondheim e texto de Artur Laurents, o roteiro é de Leonard Spigelgass. O filme foi indicado a três prêmios Oscar e em 1993 foi refeito para a televisão.

3. Honrarás Tua Mãe (Mother India), 1957


É um filme indiano, escrito e dirigido por Mehboob Khan e estrelado por Nargis, Sunil Dutt, Rajendra Kumar e Raaj Kumar. O melodrama é um remake do primeiro filme de Mehboob Khan,  Aurat (1940). Conta a história de uma mulher pobre chamada Radha que, além de lutar contra as dificuldades diárias da miséria, luta para criar e cuidar dos seus filhos. 
O filme bateu recordes de bilheteria na Índia e é lembrado como o maior blockbuster indiano de todos os tempos e talvez seja também o filme mais reverenciado do país. Foi o primeiro longa-metragem indiano a ser indicado ao Oscar de Melhor Filme de Língua Estrangeira, em 1958.  

4. Tudo Sobre Minha Mãe (Todo sobre mi madre), 1999
  

No dia de seu aniversário, Esteban (Eloy Azorín) ganha de presente da mãe, Manuela (Cecilia Roth), uma ida para ver a nova montagem da peça "Um bonde chamado desejo", estrelada por Huma Rojo (Marisa Paredes). Após a peça, ao tentar pegar um autográfo de Huma, Esteban é atropelado e termina por falecer. Manuela resolve então ir de encontro ao pai, que vive em Barcelona, para dar-lhe a notícia, quando encontra no caminho o travesti Agrado (Antonia San Juan), a freira Rosa (Penélope Cruz) e a própria Huma Rojo.

5. Erin Brokovich - Uma Mulher de Talento, 2000


Erin (Julia Roberts) é a mãe de três filhos que trabalha num pequeno escritório de advocacia. Quando descobre que a água de uma cidade no deserto está sendo contaminada e espalhando doenças entre seus habitantes, convence seu chefe a deixá-la investigar o assunto. A partir de então, utilizando-se de todas as suas qualidades naturais, desde a fala macia e convincente até seus atributos físicos, consegue convencer os cidadãos da cidade a cooperarem com ela, fazendo com que tenha em mãos um processo de 333 milhões de dólares.

6. Rosa de Esperança (Mrs. Miniver), 1942


Uma família comum de classe-média inglesa deve enfrentar o fato de seu filho ter ido para a guerra. Mais tarde, eles mesmo sentirão os trágicos efeitos do conflito, em seu próprio jardim. O filme pode ser considerado historicamente importante: foi uma história de esperança e positivismo lançada perto do auge do conflito. Vencedor do Oscar de Melhor Filme de 1943.

7. A Noviça Rebelde (The Sound of Music), 1965


No final da década de 30, na Áustria, quando o pesadelo nazista estava prestes a se instaurar no país, uma noviça (Julie Andrews) que vive em um convento mas não consegue seguir as rígidas normas de conduta das religiosas, vai trabalhar como governanta na casa do capitão Von Trapp (Christopher Plummer), que tem sete filhos, viúvo e os educa como se fizessem parte de um regimento. Sua chegada modifica drasticamente o padrão da família, trazendo alegria novamente ao lar da família Von Trapp e conquistando o carinho e o respeito das crianças. Mas ela termina se apaixonando pelo capitão, que está comprometido com uma rica baronesa.