Pesquisar

terça-feira, 2 de outubro de 2012

[os filmes de] Wes Anderson


Anderson, filho de Melver Leonard Anderson e Texas Ann Burroughs, nasceu em Houston, Texas e é o filho do meio de uma família de três filhos. Ele frequentou a St. John's School, uma escola privada em Houston, que mais tarde foi utilizada por ele como local de filmagem do seu segundo filme, Rushmore. Anderson estudou filosofia na Universidade do Texas, onde conheceu o ator Owen Wilson, que viria mais tarde ser o seu principal colaborador cinematográfico.
No cenário do cinema norte-americano contemporâneo, Wes Anderson é um dos diretores mais originais. Enquanto a maioria faz filmes realistas, e aí se incluem outros grandes cineastas, ele é um dos poucos capazes de criar um mundo próprio.
Autor de filmes como "Os excêntricos Tenenbaums" e "Viagem a Darjeeling", Anderson não segue a cartilha hollywoodiana que prega a mímese extrema em que cada cena se esforça para que o público esqueça de que o que vê é um filme. Faz parte do ideal desse tipo de cinema copiar ao máximo o nosso mundo, levar para a tela uma fatia da vida real.
Anderson, por sua vez, cria microcosmos parecidos com a realidade, mas regidos por leis próprias, nos quais vida e morte, amor e perda têm a mesma dimensão, ainda que operando numa outra dinâmica.
Os filmes do diretor parecem ser assim, precisam de uma advertência: suspenda aquilo que você conhece, preste atenção, porque aqui as coisas acontecem de outra forma, e veja, vamos te explicar como é.

Texto adaptado de Alysson Oliveira, disponível em g1.globo.com