Pesquisar

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Clássico da Broadway & West End & Teatro Abril (SP) & Hollywood - Les Misérables, da obra de Victor Hugo

Les Miserábles, o musical baseado na obra de Victor Hugo, foi composto pelo francês Claude-Michel Schönberg, com roteiro de Alain Boublil.
A adaptação para inglês foi feita por Herbert Kretzmer. Com isso o musical iniciou suas apresentações em Londres no Barbican Centre, em 8 de outubro de 1985. Em 2010, completou 26 anos de apresentações sendo o musical a ficar em cartaz por mais tempo em todo o mundo. É também o trigésimo musical a ficar mais tempo em cartaz na Broadway. Em janeiro de 2010 completou as 10 mil apresentações no Teatro Queen, na West End. 
O romance de 1862 de Victor Hugo que se situa nos finais do século XVIII até meados do século XIX. Neste espaço de tempo deram-se muitos acontecimentos históricos, tal como a “Revolução Francesa” e a “Batalha de Waterloo”.
A figura que se destaca em toda a história é a de João Valjean, preso por ter roubado um pão para alimentar a família. Além da prostituta, o padre, os revolucionários, enfim, Os Miseráveis. Uma história emocionante, envolvente e linda.
Vencedor de 8 Tony Awards, incluindo Melhor Musical, tem vários sucessos como: "I dream a dream" e "On my own" - um dos melhores musicais de todos os tempos com músicas maravilhosas.
As duas adaptações feitas para o cinema não são musicais. Mas Tom Hooper (diretor premiado com o Oscar por "O Discurso do Rei") anunciou que irá dirigir uma nova adaptação que terá roteiro de Bill Nicholson e produção de Cameron Mackintosh (o famoso produtor de diversos sucessos da Broadway e Londres). Tim Beavane e Eric Fellner co-produzem para a Working Title. As filmagens começam antes do fim do ano, Hugh Jackman e Paul Bettany tem grandes chances de estarem no elenco.
Filme de 1935

Filme de 1998 com Liam Neeson, Geoffrey Rush e Uma Thurman.

CD - Original London Cast






No Tony Awards, vencedor de 8 prêmios:

No Brasil, o espetáculo que inaugurou o magnífico Teatro Abril:




Não há nada melhor. Les Mis, como é carinhosamente apelidado, é uma obra perfeita.